Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Causa incomum de hematoquezia em hospital terciário de Fortaleza-ce: Um relato de caso

Fundamentação/Introdução

Polipose Adenomatosa familiar (PAF)é uma doença hereditária de caráter autossômico dominante, o defeito genético localiza-se no gene APC( adenomatous polyposis coli), no cromossomo 5q21. Desde a descrição original de polipose associada a cistos epidermóides e osteoma, a combinação de PAF e manifestações extracolônicas (MEC) é comumente referida como síndrome de Gardner. Visto a já comprovada evolução de metaplasia, displasia até carcinoma presente na patogênese, 100% desses pacientes serão acometidos por câncer de cólon na fase adulta

Objetivos

Expor um caso raro de Polipose adenomatosa familiar no contexto de Síndrome Gardner

Delineamento/Métodos

Homem, 21 anos, foi admitido apresentando episódios esporádicos de hematoquezia há 5 anos, sem perda ponderal, alterações do hábito intestinal ou outros sintomas associados. Sobre a família, relatava pai e irmã com diagnóstico de câncer de cólon. Ao exame físico, diversos cistos sebáceos em face, membros superiores e inferiores. Submetido a colonoscopia, que evidenciou múltiplos pólipos sésseis (>100) em todos os segmentos colônicos, compatível com Polipose Adenomatosa Familiar. À histopatologia, descritos como adenoma tubular com displasia de baixo grau.

Resultados

Em Endoscopia digestiva alta, visualizaram-se cerca de 20 pólipos em corpo e fórnix gástrico e 4 pólipos duodenais, sendo classificados histopatologicamente como pólipos de células fúndicas e adenomas tubulares com displasia de baixo grau, respectivamente. A tomografia de abdome evidenciou colelitíase e formação cística hipodensa no subcutâneo da região lombar esquerda sugestiva de cisto sebáceo. A radiografia de crânio mostrou múltiplas lesões radiopacas, circunscritas em região parieto-occipital sugestiva de osteomas. Foi submetido a proctocolectomia total sem intercorrências.

Conclusões/Considerações finais

Pacientes com síndrome polipoide familiar em sua maioria apresentam associação com neoplasias de diversos sítios, além do importe acometimento colônico. O rastreio rigoroso dessas lesões e acompanhamento ambulatorial adequado permite intervenções mais precoces na evolução da doença.

Palavras Chaves

Síndrome Gardner, Polipose adenomatosa familiar, Hematoquezia, Câncer cólon

Área

Clínica Médica

Instituições

Hospital Geral César Cals - Ceara - Brasil

Autores

Lys Carneiro Soares de Castro, Fernanda Rêgo Militão, Isabelle Oliveira Parahyba, Camila Sâmea Monteiro Bezerra, Caio César Furtado Freire

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017