Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

HISTIOCITOSE DAS CÉLULAS DE LANGERHANS NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL: UM RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

A histiocitose das células de Langerhans (HCL) é uma doença rara e pouco conhecida resultante da proliferação clonal das células de Langerhans, em que sua etiopatogenia não é conhecida. Acomete com maior frequência crianças e suas manifestações são bem variadas. O envolvimento do Sistema Nervoso Central (SNC) na HCL tem sido reconhecido desde os primeiros relatos da doença, porém tem baixa incidência no parênquima cerebral.

Objetivos

Relatar o caso de um adolescente com diagnóstico de histiocitose das células de langerhans no sistema nervoso central.

Delineamento/Métodos

Trata-se de um estudo clínico observacional documental retrospectivo, pesquisa de campo, descritiva, do tipo transversal, com abordagem qualitativa sobre o prontuário e exames de imagem do paciente.

Resultados

O presente estudo relata o caso de um adolescente de quatorze anos que apresentou no exame de ressonância magnética lesões ósseas líticas na calota craniana, sendo a maior localizada na região frontal, espessamento e realce da haste hipofisária e do infundíbulo hipotalâmico, destacando lesões intra-axiais localizadas na amígdala hipocampo esquerda e no núcleo caudado direito e lesão extra-axial na cisterna do ângulo pontocerebelar pré-bulbar à direita. Os achados acima descritos são inespecíficos, porém habitualmente relacionados a quadro de Histiocitose de células de Langerhans a depender de correlação com dados clínicos. O paciente aqui descrito, embora apresentasse acometimento do SNC incomum, não demonstrou alterações de outros órgãos. O bom estado geral aliado à excelente resposta terapêutica sinalizam bom prognóstico. Contudo, sendo a histiocitose de células de Langerhans doença imprevisível, o paciente deverá ser submetido a reavaliações periódicas.

Conclusões/Considerações finais

Diante deste caso é preciso haver uma minuciosa avaliação do quadro clínico do paciente, tendo em vista a imprevisibilidade da doença, associado a exames imaginológicos, diminuindo as morbidades que eventualmente possam existir e melhorando o prognóstico.

Palavras Chaves

Histiocitose; Sistema Nervoso Cental; Pediatria

Área

Clínica Médica

Instituições

Faculdade de Medicina Nova Esperança - Paraiba - Brasil

Autores

Beatriz Vieira Aires , Nicássio Silva Menezes, Nereu Alves Lacerda, Hellen Bandeira de Pontes Santos , Ivana Silva Cruz

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017