Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Associação entre uso de efavirenz e risco de suicídio em pacientes soropositivos

Fundamentação/Introdução

Fundamentação/Introdução: Por muitos anos o Efavirenz (EFZ) foi encarado como uma terapia antiretroviral (TARV) de primeira linha e, por isso, uma parcela importante da população soropositiva usa esta droga. Estudos prévios demonstraram um aumento do risco de suicídio nesses pacientes quando comparados a esquemas terapêuticos sem ela; no entanto, tal risco ainda não é bem definido na nossa população.

Objetivos

Objetivos: O objetivo principal do estudo é avaliar a associação entre o uso de Efavirenz (EFZ) e o risco de suicídio atual (RS) em pacientes soropositivos durante acompanhamento ambulatorial, assim como estimar a prevalência do RS e episódio depressivo maior (EDM) nessa amostra estudada.

Delineamento/Métodos

Delineamento/Métodos: Trata-se de estudo transversal com pacientes HIV positivos em acompanhamento no ambulatório de imunologia de hospital universitário. Foram aplicados questionários sócio demográficos, versão brasileira do Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI) para diagnóstico de EDM e RS. Para a análise estatística foi utilizado o software SPSS 21®. Aplicou-se o teste de normalidade Kolmogorov-Smirnov, teste t de Student, teste qui-quadrado e análise de regressão multivariada, Odds Ratio (OR) e intervalo de confiança de 95% (IC95%). Foi considerado o nível de significância de 5%.

Resultados

Resultados: Foram incluídos 83 pacientes (59,8% homens), com idade média de 47,2±9,2 anos. O tempo de diagnóstico da infecção pelo HIV foi 12,8±6,1 anos. Foi diagnosticado EDM e RS atual em 33,7% e 25,7% dos casos, respectivamente. Daqueles em uso de EFZ (14,4%) e esquema de TARV com EFZ (16,8%), apenas 1 e 2 pacientes, respectivamente, usavam antidepressivos. A prevalência de RS entre os pacientes sem e com EDM foi de 11,1% e 59,1%, respectivamente. Houve a associação significativa entre EDM e RS (OR=11,5; IC95%:3,8-40,7; p<0,0001). No teste qui-quadrado, não foi observada associação entre o uso de EFZ ou esquema de TARV incluindo EFZ com RS. Na regressão multivariada incluindo todos os antirretrovirais, nenhum deles foi capaz de explicar a presença de RS. Contudo, tentativa prévia de suicídio foi associada ao aumento do RS (OR=14,9; IC95%:2,7-82,1; p<0,002).

Conclusões/Considerações finais

Conclusões/Considerações finais: Observou-se elevada prevalência de RS nos pacientes soropositivos em acompanhamento ambulatorial. História de tentativa de suicídio e a presença de EDM na consulta foi significativamente associado a elevado risco de suicídio, porém não foi observada associação entre o uso de EFZ e RS na amostra.

Palavras Chaves

Efavirenz; Risco de suicídio; HIV; Episódio depressivo maior

Área

Clínica Médica

Instituições

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - Rio de Janeiro - Brasil

Autores

Mariana Mendonça Beadle Dahia, João Otávio Sá dos Reis, Ana Lucia Taboada Gjorup, Eduardo Montanari Majerowicz, Julio Cesar Tolentino

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017