Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ASSOCIAÇÃO DE DISPLASIA DO EPITÉLIO DE PREGAS VOCAIS EM PACIENTE COM DPOC E TABAGISMO

Fundamentação/Introdução

Mundialmente, o câncer de laringe é o segundo mais comum do aparelho respiratório, e o mais comum entre os diversos tipos de câncer de cabeça e pescoço. Estima-se, por um estudo realizado em 2014, que há a ocorrência de 160 mil casos novos por ano, sendo responsável pelo óbito de, aproximadamente 83 mil pessoas por ano. No Brasil, estimam-se 6.870 casos novos de câncer de laringe em homens e 770 em mulheres. O uso do tabaco é o principal fator de risco para esta comorbidade.

A detecção precoce de uma neoplasia é muito importante para melhorar o prognóstico do paciente. Alguns sinais e sintomas são importantes para realizar a detecção precoce em uma neoplasia de laringe, dentre eles, o mais comum é a rouquidão persistente e sem causa aparente. Essa rouquidão é diferente da relacionada ao esforço vocal ou a laringite ligado a processos gripais, pois não apresenta febre ou dor, é permanente e progressiva.

Objetivos

O objetivo deste relato de caso é avançar a pesquisa de complicações nas pregas vocais devido ao tabagismo, através de dados simples como a presença de rouquidão e/ou voz bitonal e assim possibilitar um diagnóstico precoce de um tumor nas pregas vocais. À extubação orotraqueal, pode ser que a maioria dos indivíduos apresentem rouquidão ou voz bitonal, mas é imprescindível ter em mente que um tabagista pode apresentar esses sinais por outro motivo.

Delineamento/Métodos

DESCRIÇÃO DO CASO
Paciente internada na Real e Benemérita Associação Portuguesa de Beneficência do sexo feminino, 71 anos,tabagista de longa data, portadora de DPOC, deu entrada com quadro de importante insuficiência respiratória por processo infeccioso associado. Foi então submetida à uma intubação orotraqueal com melhora do quadro clínico. Após a extubação, a paciente apresentava quadro importante de voz bitonal e rouquidão sendo levantada a suspeita de uma alteração de pregas vocais. A alteração de pregas vocais foi comprovada através de um exame direto, diagnosticado como uma leucoplasia unilateral e com posterior diagnóstico de displasia do revestimento escamoso das pregas vocais. Paciente foi submetida a um tratamento específico através do uso de CO2 com excelente melhora clínica.

Resultados

.

Conclusões/Considerações finais

Pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica por carga tabágica, independentemente da sua carga, em apresentando rouquidão e/ou voz bitonal, um exame especifico de pregas vocais deverá ser feito, visto que esses sinais devem ser considerados elementos para o diagnóstico de uma doença específica de pregas vocais.

Palavras Chaves

Área

Clínica Médica

Instituições

Hospital Beneficência Portuguesa - Sao Paulo - Brasil, Universidade Anhembi Morumbi - Sao Paulo - Brasil

Autores

Lucas Yoshio Melo, Celso José Lucas Neto, Híkaro Hayslan Macedo, Fernando Augusto Alves da Costa

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017