Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Histórico gestacional e neonatal de pacientes com transtorno do espectro autista

Fundamentação/Introdução

Fundamentação/Introdução: O transtorno do espectro autista (TEA) é um transtorno do neurodesenvolvimento. A etiologia do TEA ainda não está especificamente estabelecida, mas muitos estudos sugerem que fatores genéticos são determinantes e que, ainda, fatores ambientais também parecem estar envolvidos. O transtorno possui fatores de risco inespecíficos, como idade parental avançada, baixo peso ao nascer e exposição fetal ao ácido valproico.

Objetivos

Objetivo: Descrever o histórico gestacional e neonatal de pacientes com TEA em Santarém (PA).

Delineamento/Métodos

Delineamento/Métodos: Estudo quantitativo de caráter descritivo com delineamento transversal que utilizou dados de prontuários médicos oriundos do Ambulatório de Especialidades Clínicas do Hospital Municipal de Santarém e de uma clínica particular de neurologia em Santarém (PA). Para análise de histórico gestacional e neonatal obteve-se uma amostra aleatória de 38 (trinta e oito) prontuários de pacientes que fizeram acompanhamento médico regular nos referidos locais.

Resultados

Resultados: A maioria das gestações (68%) evoluiu sem intercorrência gestacional. Intercorrências ocorreram em 32% dos casos e corresponderam a risco de abortamento, infecção do trato urinário da progenitora, hemorragias, doença hipertensiva específica da gravidez e descolamento de placenta, eclâmpsia e ameaça de parto pré-termo. A maioria dos partos (74%) transcorreu sem intercorrências. As intercorrências intra-parto ocorreram em 26% dos casos, sendo o período expulsivo prolongado a única relatada. As intercorrências neonatais incidiram em 16% dos casos, sendo elas a hipóxia pós-parto, baixo peso ao nascer, icterícia neonatal, hiperglicemia e prematuridade.

Conclusões/Considerações finais

Conclusões/Considerações finais: As intercorrências obstétricas e neonatais, principalmente no 1º mês de vida, podem influenciar negativamente o desenvolvimento neuropsicomotor e ser decisivas para o surgimento de transtornos do neurodesenvolvimento, entre eles o TEA. Viu-se a influência de eventos na gestação, no parto e no período neonatal no desenvolvimento a longo prazo dos pacientes com TEA, não em sua maioria, mas, ainda, sendo significativos.

Palavras Chaves

Palavras Chaves: Espectro autista, gestação, etiologia

Área

Clínica Médica

Instituições

Universidade do Estado do Pará - Para - Brasil

Autores

Juliana Gama Almeida, João Victor Ferreira Tapajós, Carine Luri Lima Fukase, Vanessa Farias Ribeiro, Joaquim Alberto Lima Melo

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017