Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

CUIDADOS PALIATIVOS NO MANEJO DE UM CASO DE TUMOR DESMÓIDE COM RECIDIVA APÓS TRATAMENTOS CLINICOS E SISTEMICOS.

Fundamentação/Introdução

JFP, masculino, 48 anos com queixa de dor em hemitorax esquerdo (HTE) em 2010, diagnosticado com Tumor Desmóide de parede torácica em 2011. Tumor não capsulado localmente agressivo, originário dos fibroblastos dos tecidos músculo-aponeuróticos, raro com incidência de 0,03% dentre todas neoplasias. Apesar de não ser maligno, tem capacidade de gerar metástases ou invasão, com alta capacidade de crescimento local, causando deformidades nos órgãos adjacentes, dor e, eventualmente, disfunção orgânica, dependendo da área envolvida. No caso relatado a primeira ressecção cirúrgica ocorreu no mesmo ano com radioterapia adjuvante.Evoluiu com dor torácica típica neuropática crônica.Em 2013 apresentou recidiva pleural e parede torácica com evento de infarto agudo do miocárdio (IAM), impossibilitando-o de novo ressecção cirúrgica no momento. Em 2014 foi submetido a nova ressecção tumoral e drenagem torácica, evoluindo com insuficiência respiratório e surgimento de nódulos metastáticos contralateral, persistindo quadro de dor. Iniciou tratamento oncológico clinico e sistêmico com tamoxifeno e meloxican. Ao ser submetido a uma nova toracectomia e drenagem pleural, houve intercorrência com anafilaxia grave e insuficiência coronariana intraoperatória, contraindicando outro procedimento cirúrgico. Mantinha dor em HTE, iniciando quimioterapia (QT) citotóxica em 2015. Em 2016 fez QT de 2 linha, ausência de resposta a QT mais toxicidade ao tratamento e baixa performance. Encaminhado para cuidados paliativos com ECOG4, dor não controlada, diversas entradas no pro

Objetivos

Relatar um caso clínico de um paciente com tumor desmóide torácico, apresentando refratariedade e recidiva,com abordagem da equipe de cuidados paliativos,em relação a confecção de diretrizes que melhorem consideravelmente a qualidade do final de vida do paciente.

Delineamento/Métodos

Observação clínica, conversa com o paciente e a família e dados coletados em prontuário.

Resultados

Sistematização de problemas em busca da melhoria de qualidade de vida do paciente com melhora do quadro da dor e evolução para ECOG2, auxilio de equipe multidisciplinar para controle mais efetivo da doença.

Conclusões/Considerações finais

Após diversas intercorrências clinicas sem melhora considerativa do quadro clínico, o cuidado paliativo foi incluído observando melhora no quadro álgico e da funcionalidade do paciente e orientando o paciente e os familiares sobre a real situação do prognóstico, sendo extremamente significativo para a melhoria da qualidade de vida do indivíduo assistido.

Palavras Chaves

dor, tumor, desmóide, recidiva, cuidados paliativos.

Área

Clínica Médica

Autores

Jéssica Assunção Jataí, Eliane Melo Dos Reis, Clara Edwiges Frota Moraes, Mateus De Oliveira Araújo, Alêssa Queiroga De Araújo

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017