Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Escorbuto: desafio diagnóstico

Fundamentação/Introdução

Escorbuto é síndrome rara, causada pela deficiência da vitamina C, fundamental na formação e estabilização do colágeno. Doenças psiquiátricas, alcoolismo, baixa condição sócio econômica, uso de drogas e distúrbios da absorção são os principais fatores de risco da doença.

Objetivos

Alertar para o diagnóstico de escorbuto, doença pouco diagnosticada e potencialmente fatal

Delineamento/Métodos

Relato de caso

Resultados

Paciente masculino, 53 anos, solteiro, aposentado, portador de esquizofrenia sem tratamento há meses. Encontrado caído em casa, após dias acamado, sem alimentar, por recusa de se levantar. Queixava dor nos joelhos e sensação de desmaio ao sentar-se. No exame clínico destacavam-se as más condições de higiene pessoal, cabelo quebradiço, taquicardia, hipotensão postural, sopro sistólico, edema de tornozelos bilateral, hemorragia perifolicular nas pernas, hematoma em face externa e posterior da coxa esquerda, lesões descamativas no corpo. Exames laboratoriais com pancitopenia, anemia normocítica hipocrômica, hipoalbuminemia e ferropenia. Evoluiu com queda de hemoglobina. Aventadas hipóteses de desnutrição grave, esquizofrenia paranóide com componente depressivo, anemia carencial e eventos hemorrágicos com queda de hemoglobina, iniciado tratamento e solicitados exames de imagem. Ressonância magnética de pernas evidenciou edema de grupos musculares bilateralmente, líquido circundando a aponeurose e líquido intra-articular no joelho esquerdo; sem sinais de trauma, houve forte suspeição de sangramento espontâneo. Diante de tais evidências, suspeitamos de escorbuto, realizada dosagem sérica da vitamina C com valor de 0,06mg/dL (valor referência 0,5 a 1,5mg/dl). Recebeu hemotransfusão, terapia nutricional, suporte clínico e psiquiátrico, evoluiu com melhora clínica. Alta para acompanhamento ambulatorial.

Conclusões/Considerações finais

Escorbuto é doença conhecida há séculos, porém rara e pouco diagnosticada nos tempos atuais. As manifestações clínicas aparecem após semanas de ingesta inadequada de vitamina C e a apresentação é variável com adinamia, prostração, lesões dermatológicas, periodontite, derrame articular, alteração do humor, sangramentos espontâneos, insuficiência respiratória e a morte. Atualmente, distúrbios que levem à baixa ingesta, alterações da absorção, ou aumento da necessidade diária da vitamina, estão associados à doença. O tratamento é feito com reposição de vitamina e não é necessária a dosagem sérica para iniciá-lo, os efeitos de melhora aparecem após 24 horas de tratamento

Palavras Chaves

Área

Clínica Médica

Autores

Raquel Lunardi Rocha, Sílvia Lunardi Rocha, Maria Luisa Souza Macedo, Raissa Fonseca Teixeira, Thiago Horta Soares

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017