Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

CARACTERÍSTICAS DOS DISTÚRBIOS METABÓLICOS EM PACIENTES INFECTADOS PELO HIV EM USO DA TERAPIA ANTIRRETROVIRAL EM PRESIDENTE PRUDENTE

Fundamentação/Introdução

A terapia antirretroviral (TARV) empregada em pacientes HIV positivos tem como objetivo diminuir a morbidade e a mortalidade, sendo que a replicação viral crônica tem sido fortemente associada ao aumento do risco cardiovascular pela liberação de citocinas pró-inflamatórias. Já o uso da TARV está mais relacionado com alterações metabólicas como diabetes melito, dislipidemia e lipodistrofia.

Objetivos

Identificar a prevalência de distúrbios lipídicos e glicêmicos nos pacientes em uso de TARV que realizam acompanhamento ambulatorial em hospital terciário de Presidente Prudente–SP.

Delineamento/Métodos

Trata-se de um estudo transversal, retrospectivo e observacional. A coleta dos dados de 131 pacientes foram realizados com base nos prontuários dos pacientes, sendo inclusos no estudo todos os portadores de HIV que realizaram acompanhamento ambulatorial em um hospital terciário em Presidente Prudente-SP com mais de 18 anos, em uso da TARV por pelo menos 6 meses e que possuíam exames laboratoriais de no máximo um ano anterior à coleta de dados. Foram comparados os distúrbios metabólicos nos pacientes usuários de dois grupos de TARV, um com inibidores da protease e outro sem. Projeto foi aprovado pelo comitê de ética em pesquisa da instituição (CAAE: 53753316.0.0000.5515).

Resultados

A amostra foi composta por 53% mulheres (69/131) e 47% homens (62/131), com idade média de 45,01±11,63 e tempo de diagnóstico médio de 8,51±5,7. Comparando o tempo de diagnóstico com os valores das variáveis lipídicas (colesterol total, HDL-col, LDL-col, triglicerídeos) e glicêmica foi verificado que não houve diferença estatisticamente significativa. Com relação aos distúrbios metabólicos nenhuma diferença estatisticamente significativa foi obtida quando comparado o sexo dos pacientes. Os dados dos grupos da terapia com ou sem inibidores da protease não mostraram diferença significativa na prevalência dos distúrbios quando comparados entre si (p = 0,435). Observou-se a prevalência de 77,8% dos distúrbios metabólicos e 26% dos glicêmicos, onde 87% dos pacientes possuem pelo menos um distúrbio metabólico.

Conclusões/Considerações finais

Os distúrbios metabólicos mostraram-se muito prevalentes nos pacientes em uso de TARV no Hospital Regional de Presidente Prudente, dando enfoque a hipertrigliceridemia, hiperglicemia e HDL-col baixo. Dessa forma, a mudança de hábitos de vida deve ser encorajada pelos médicos e a prescrição de fármacos que agem nesses distúrbios devem ser realizadas quando necessário.

Palavras Chaves

HIV, TARV, Diabetes, Dislipidemia, Lipodistrofia

Área

Clínica Médica

Instituições

Unoeste - Sao Paulo - Brasil

Autores

Rafael de Oliveira Pena Neto, Rodrigo Sala Ferro, Marjori Leiva Camparoto, André Mio Takayama, Milene Tieno Sakata Vasconcellos

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017