Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Educação em Saúde: Resultados finais do Projeto Prevenção de Doenças Cardiovasculares através de palestras educativas em escolas públicas de Araguaína - TO

Fundamentação/Introdução

As doenças cardiovasculares(DCV) constituem a principal causa de morte no Brasil, sendo que modificações do estilo de vida são medidas capazes de melhorar de forma significativa os fatores de risco para essas doenças. Estudos revelam que populações que possuem conhecimento a cerca das DCV e seus fatores risco apresentam menor taxa de mortalidade pelas DCV, comparadas às populações desprovidas de informações e programas preventivos.

Objetivos

Relatar os resultados obtidos com o projeto de extensão de prevenção de doenças cardiovasculares; Evidenciar o impacto do projeto no aprendizado sobre DCV e no reconhecimento dos fatores de risco modificáveis das pessoas entrevistadas.

Delineamento/Métodos

Estudo do tipo quantitativo, descritivo, observacional e transverso. Foram realizadas palestras sobre prevenção de DCV para os alunos do ensino médio da rede pública de Araguaína, na quais houve aplicação de questionários A e B, sobre DCV, antes e após a palestra educativa, respectivamente.

Resultados

Constatou-se que a grande maioria dos alunos que desconhecia as DCV (72,43%) soube, após as palestras, exemplificá-las (84,71%) e até mesmo como preveni-las (80,51%). O público entrevistado eram jovens ativos, 55,41% relataram praticar atividade física regularmente, mas reconheceram que a alimentação não era adequada. Esse reconhecimento se deu após o conhecimento adquirido com a palestra, pois a maioria considerava sua alimentação adequada, posteriormente, 51,58% notaram que não era, assim como o padrão alimentar de 60,12% de seus familiares. O projeto impactou positivamente, fazendo com que 98,95% dos jovens entrevistados entendam o que são DCV e 51,57% saibam as consequências de manter um estilo de vida inadequado. Atualmente, 92,50% deles se preocupam com o reflexo disso no futuro e 94,15% deseja modificar os fatores de risco identificados. 88,33% já desejavam modificar os fatores de risco previamente, porém com a realização do projeto isso torna-se mais provável por ter sido mostrado a esses jovens como fazê-lo.

Conclusões/Considerações finais

O projeto tornou maior e mais consistente o conhecimento dos alunos participantes, sobre DCV e seus fatores de risco. A maioria aprendeu a identificar se seus hábitos de vida e de sua família são ou não saudáveis, sabendo reconhecer os tipos de DCV e as formas de preveni-las. Obteve-se, através do projeto, resultado satisfatório utilizando a educação popular como ferramenta para conscientização e promoção da saúde.

Palavras Chaves

Prevenção. Doenças Cardiovasculares. Conscientização.

Área

Clínica Médica

Instituições

UNIBRAS - ITPAC - Tocantins - Brasil

Autores

NAUALY CUNHA ALENCAR, BRUNA MARTINS NEIVA BRINGEL, WANDEELSON LEONEL BRAGA, RAFAEL ANDRADE CANUT, ANDERSON RAFAEL SALVIANO DE SOUSA MONTEIRO DE BRITO

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017