Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Colangiocarcinoma metastático de rápida evolução

Fundamentação/Introdução

Colangiocarcinomas são tumores das vias biliares que surgem a partir das células epiteliais, embora sejam raros, são altamente letais, já que a maioria já está localmente avançado no momento da apresentação.

Objetivos

Relatar o caso de um paciente com caquexia e ascite recente, diagnosticado como portador de colangiocarcinoma metastático.

Delineamento/Métodos

Paciente masculino, 67 anos, previamente hipertenso e diabético, procurou nosso serviço por quadro de dor epigástrica e plenitude gástrica há 1 mês, além de perda de 10 kgs no mesmo período. Relatava que há duas semanas apresentava aumento do volume abdominal. Ao exame físico paciente encontrava-se descorado, com atrofia muscular generalizada e ao exame abdominal, circulação colateral, distensão intensa com piparote positivo e, após a drenagem do líquido ascítico, nódulos endurecidos palpáveis difusamente. Submetido à TC de abdome, que mostrou sinais de severa dilatação das vias biliares intra-hepáticas, com realce parietal em topografia da junção dos ductos hepáticos e espessamentos em omento, compatíveis com implantes secundários. Na TC de tórax foram observados dois nódulos, no lobo médio e no lobo inferior do pulmão esquerdo. Paciente foi então submetido à videolaparoscopia para biópsia do material. A análise histopatológica do material coletado nos implantes revelou um adenocarcinoma moderadamente diferenciado. O paciente evoluiu à óbito após dez dias da admissão hospitalar.

Resultados

Os colangiocarcinomas são responsáveis ​​por aproximadamente 3 por cento de todas as malignidades gastrointestinais , com uma incidência relatada nos Estados Unidos de um ou dois casos por 100.000 habitantes. A maioria dos colangiocarcinoma são adenocarcinomas, geralmente tornam-se sintomáticos quando o tumor obstrui o sistema de drenagem biliar, os sintomas relacionados com a obstrução biliar incluem icterícia, prurido, acolia fecal e colúria. Nos casos de metástase, o fígado é um local comum para implantes, porém o tumor pode se espalhar para outros órgãos, como pulmões e peritônio. A ressecção cirúrgica oferece a única possibilidade para a cura, mas apenas uma minoria dos pacientes apresentam doença em estágio inicial e são considerados candidatos à ressecção.

Conclusões/Considerações finais

O colangiocarcinoma é um tipo de câncer altamente agressivo, invariavelmente carregando altas taxas de mortalidade, com poucos pacientes candidatos à abordagem cirúrgica.

Palavras Chaves

Área

Clínica Médica

Instituições

Hospital Santa Isabel - Santa Catarina - Brasil

Autores

Maurício Felippi Sá Marchi, Eduarda Raquel Przygoda Alves, Géssica Beatriz Abbate, Francisco Falchetti, Rodrigo Duarte Perez

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017