Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Diagnóstico diferencial entre tuberculose extrapulmonar e neoplasia maligna: um relato de caso

Fundamentação/Introdução

Introdução: tuberculose extrapulmonar e neoplasias malignas frequentemente apresentam manifestações clínicas semelhantes. Linfonodomegalia generalizada pode ocorrer em ambas as entidades, porém flutuação e fistulização são muito mais frequentes na linfadenite tuberculosa. O estudo de linfonodos fistulizados pode auxiliar no diagnóstico diferencial.

Objetivos

Objetivo: descrever caso de diagnóstico diferencial entre tuberculose extrapulmonar e neoplasia maligna realizado através de estudo de linfonodo fistulizado.

Delineamento/Métodos

Método: relato de caso.

Resultados

Descrição do caso: masculino, 17 anos, índice de massa corporal 9,9 kg/m2, com tumoração envolvendo a articulação do cotovelo direito de 15 cm de diâmetro, úlcera e secreção purulenta em região esternal de 5 cm de diâmetro, fístula em axila esquerda sem drenagem de secreção e febre diária, com 2 anos de evolução. Internado com suspeita de neoplasia maligna, realizou tomografia computadorizada de tórax que evidenciou destruição óssea do esterno por lesão expansiva infiltrativa, coleções retroesternais, opacidades em vidro fosco perivasculares em ambos os pulmões, nódulos pulmonares inespecíficos e linfonodomegalia bilateral em cadeias axilar e infraclavicular, e em mamária interna direita, com alguns linfonodos necróticos e liquefeitos. Cintilografia óssea mostrou lesão tumoral osteoblástica e osteolítica em cotovelo direito e lesão lítica em esterno, compatíveis com osteossarcoma primário do membro superior direito e metástase à distância em esterno, segundo laudo radiológico. Ressonância magnética do cotovelo direito revelou ocupação das articulações por volumosa coleção multiloculada, sugerindo processo infeccioso de partes moles e intrarticular, não descartando processo neoplásico. Biópsia de fragmentos ósseos do cotovelo encontrou processo inflamatório granulomatoso. Por fim, paciente revelou através de anamnese que nódulo axilar esquerdo havia drenado secreção purulenta dois anos antes. Biópsia de linfonodo axilar esquerdo revelou linfadenite granulomatosa com bacilos álcool-ácido resistentes. Sorologia para HIV e reação em cadeia de polimerase para paracoccidioidomicose foram negativas. Paciente iniciou tratamento tuberculostático, evoluindo com melhora clínica.

Conclusões/Considerações finais

Conclusão: o achado clínico de linfonodomegalia fistulizante auxilia a diferenciação entre neoplasia maligna e tuberculose extrapulmonar, indicando o diagnóstico desta última. Estudos para definir o valor preditivo positivo desse achado são necessários.

Palavras Chaves

Tuberculose extrapulmonar, tuberculose nodal, osteossarcoma, linfadenomegalia

Área

Clínica Médica

Instituições

Hospital Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil

Autores

Ana Luisa Calixto Rodrigues, Vinícius Diniz Oliveira e Xavier, Natália Teixeira Gonçalves, Genna Maira Santos Grizende, Antônio Tarcísio de Faria Freire

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017