Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Endocardite de Libman-sacks e Síndrome do anticorpo antifosfolípide.

Fundamentação/Introdução

Paciente J.K.A.S , sexo feminino, 34 anos, portadora de lúpus eritematoso sistêmico (LES), história prévia de AVC isquêmico em 2015. Iniciou quadro súbito de hemiparesia esquerda sendo realizado RM de crânio que mostrou novo AVC isquêmico acometendo lobo frontal. Em propedêutica com Ecocardiograma Transesófagico foi visto vegetações assépticas em válvula mitral. Anticorpos antifosfolípides positivos . Diante do diagnóstico de Endocardite de Libmann-sacks e Síndrome do anticorpo antifosfolípide (SAAF) foi iniciada anticoagulação oral com warfarina sódica e após 2 meses de anticoagulação paciente apresentava desaparecimento de vegetação valvar ao ecocardiograma.

Objetivos

Relatar o caso de uma paciente com LES evoluindo com AVC de repetição em propedêutica evidenciado Endocardite de Libman- sacks e sindrome do anticorpo antifosfolípide.

Delineamento/Métodos

Relato de caso de uma paciente jovem portadora de LES internada devido a AVC de repetição.

Resultados

A conduta realizada no paciente em questão foi baseada nos dados da literatura atual, visando o melhor tratamento para o caso. No manejo do paciente com Libman-sacks e SAAF é recomendado a anticoagulação sendo baseado em alguns relatos de casos, dados na literatura são escassos. A paciente após 2 meses de anticoagulante oral não apresentava mais vegetações valvares ao ecocardiograma , mostrando a resolução das vegetações.

Conclusões/Considerações finais

O manejo do paciente com Libman-sacks ainda é controverso na literatura. Sabe-se que corticoide e imunossupressores parecem não ter efeito sobre as lesões valvares. Casos descritos na literatura com tratamento com anticoagulação mostraram desaparecimento das vegetações após a anticoagulação. No paciente com SAAF é indicado a anticoagulação para prevenção de eventos tromboembólicos devido ao estado de hipercoagulabilidade. No caso de Libman-Sacks a anticogulação é indicada apenas se ocorrência de eventos tromboembólicos . È importante a busca de SAAF e Libman sacks em pacientes portadores de LES, buscando prevenir a ocorrência de eventos tromboembólicos como o AVC, que pode gerar sequelas importantes interferindo na qualidade de vida do paciente. È preciso esclarecer melhor sobre o manejo do paciente com LS e as indicações de anticoagulação para prevenir desfechos com o AVC.

Palavras Chaves

Área

Clínica Médica

Instituições

HOSPITAL BIOCOR - Minas Gerais - Brasil

Autores

NATALIA MARÇAL COELHO, HEBERT CESAR MIOTTO, ROSSANA DALL'ORTO ELIAS, CAMILA COELHO BITTENCOURT, ERICA VANDRECIC

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017