Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Angina de Ludwig

Fundamentação/Introdução

A angina de Ludwig é uma infecção bilateral do espaço submandibular, mais comumente secundária a uma inflamação nos segundos ou terceiros dentes molares inferiores. Trata-se de uma celulite sem linfadenopatia que se espalha rapidamente e agressivamente, com potencial obstrução das vias aéreas. Esta condição que requer monitorização cuidadosa e rápida intervenção, visando a prevenção de asfixia e pneumonia aspirativa.

Objetivos

Relatar o caso de uma paciente previamente hígida, que procurou o nosso serviço por um quadro de infecção das vias aéreas superiores de rápida evolução.

Delineamento/Métodos

Paciente feminina, 33 anos, procurou o pronto-socorro por quadro de disfagia, odinofagia e febre com quatro dias de evolução. Ao exame físico, paciente encontrava-se dispneica e notava-se hiperemia e edema expressivos em região mandibular esquerda, com hipertrofia amigdaliana ipsilateral. A paciente apresentava dificuldade para abrir a boca em função do edema e dor, porém podia-se observada à orosocopia edema e hiperemia jugal. Devido à gravidade do quadro e potencial evolução desfavorável, paciente foi submetida à traqueostomia e cirurgia de drenagem. Na cirurgia foi observada secreção purulenta fétida dissecando a fáscia cervical do espaço parafaríngeo e base do crânio. Após o procedimento, foi admitida na UTI e iniciada antibioticoterapia com ceftriaxona e clinadamicina. Após três dias na UTI foi liberada para enfermaria, evoluindo sem intercorrências até a alta hospitalar.

Resultados

A angina de Ludwig é tipicamente uma infecção polimicrobiana envolvendo a flora da cavidade oral, sendo o Streptococcus viridans o germe mais comumente associado à doença. Os pacientes geralmente apresentam-se com febre, odinofagia, disfagia e, à medida que a doença progride, a respiração pode tornar-se comprometida. O diagnóstico é estabelecido com base na presença de achados clínicos sugestivos, sendo as vezes necessário o apoio de estudos de imagem. O tratamento da angina de Ludwig envolve a avaliação atenta e manejo de vias aéreas, associados à antibióticos de amplo espectro.

Conclusões/Considerações finais

O caso apresentado demonstra a rápida evolução da doença, com risco de real de insuficiência respiratória. Após a obtenção de via aérea definitiva através da traqueostomia e do tratamento com antibioticoterapia nossa paciente evoluiu satisfatoriamente, sem intercorrências durante a internação.

Palavras Chaves

Área

Clínica Médica

Instituições

Hospital Santa Isabel - Santa Catarina - Brasil

Autores

Maurício Felippi Sá Marchi, Eduarda Raquel Przygoda Alves, Bruna Amelia Silva, Vicente Barbosa Ortiz Filho, Gabrielly Araujo Nora

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017