Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ESCORPIONISMO NO MUNICÍPIO DE IPATINGA-MG NO PERÍODO DE 2010 A 2014

Fundamentação/Introdução

Acidente escorpiônico é todo envenenamento causado pela inoculação de uma toxina através do telson, localizado no final da cauda do escorpião. Os acidentes são classificados em leve, moderado ou grave, baseado no quadro clínico, o que orientará o tratamento.

Objetivos

Avaliar as características clínico-epidemiológicas dos acidentes escorpiônicos atendidos no município de Ipatinga no período de 2010 a 2014. Comparar os dados ano a ano para melhor entendimento da evolução do escorpionismo no decorrer dos cinco anos estudados.

Delineamento/Métodos

Trata-se de um estudo epidemiológico transversal observacional. A amostra tem como base os dados de todas as fichas de notificações do SINAN das vítimas do escorpionismo atendidas no município de Ipatinga - MG de 01 janeiro de 2010 a 31 de dezembro de 2014.

Resultados

Em Ipatinga-MG, no período de 01 de janeiro de 2010 a 31 de dezembro de 2014, foram atendidos 506 acidentados com escorpião. O ano de 2010 obteve menor incidência com 28,81/100.000 hab e o ano de 2013, maior incidência, com 56,69/100.000 hab. A maioria das notificações foi considerada moderada (315; 62,3%) em relação à gravidade. Foram relatadas manifestações locais em quase todos os casos (485; 96%), predominando a dor (486; 96%), seguida pelo edema (167; 33%). Dentre as manifestações sistêmicas (203; 40%), prevaleceu os sintomas vagais (174; 34,4%). As complicações sistêmicas (9; 1,8%) foram poucas. Em relação ao tratamento, 489 (96,64%) pacientes foram submetidos à soroterapia. Evoluíram para cura 475 vítimas (93,87%), tendo apenas 1 óbito.

Conclusões/Considerações finais

No período estudado foi observado um aumento no número de acidentes com escorpião, reforçando a importância da implantação de políticas de prevenção desses casos e controle do animal. O perfil clínico- epidemiológico permite um direcionamento das ações, diminuindo os custos e aumentando a eficácia. Além disso, é claro a necessidade da capacitação dos profissionais de saúde para o correto preenchimento e atendimento das vítimas.

Palavras Chaves

Escorpionismo. Clínica. Epidemiologia.

Área

Clínica Médica

Instituições

Univaço - Minas Gerais - Brasil

Autores

Gabriela Coelho Teixeira Campos, Carlos Alberto Marques Aredes, Nicanor Dornela Batista Cordeiro, Danielle Pinto Zanella

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017