Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Alcoolismo: o consumo de álcool entre estudantes de medicina de uma faculdade em Vitória-ES

Fundamentação/Introdução

O ingresso dos jovens na universidade é marcado por um período de transições na vida social sendo importante destacar o uso abusivo de álcool pelos estudantes de medicina, que muitas vezes ultrapassa os limites do consumo consciente tornando-se um problema de saúde pública. A procura pelo álcool e até mesmo de drogas ilícitas chega a ser maior na população universitária do que na população em geral.

Objetivos

Avaliar aspectos relacionados ao consumo de álcool entre os estudantes de medicina em uma faculdade particular de Vitória-ES.

Delineamento/Métodos

Trata-se de um estudo seccional, realizado a partir de questionários aplicados em estudantes de medicina do primeiro ao oitavo período do curso, excluindo-se alunos com idade inferior a 18 anos. O teste denominado AUDIT foi desenvolvido pela Organização Mundial de Saúde e validado em vários países por diversos estudos. Consiste em 10 questões que avaliam aspectos como uso recente de álcool, sintomas de dependência e problemas relacionados ao consumo. O usuário é classificado em zonas de acordo com a pontuação obtida: zona I (indica uso de baixo risco ou abstinência), zona II (indica uso de risco), zona III (indica uso nocivo) e zona IV (indica possível dependência).

Resultados

Dos 333 estudantes avaliados, mais de 81% consumiram álcool no último ano. Quanto à distribuição por zona de risco, a maior parte está localizada na zona I (58,7%). Com relação ao sexo, houve discrepância apenas em relação à zona IV, composta exclusivamente por estudantes do sexo masculino. Na zona I houve prevalência do sexo feminino, enquanto que nas zonas II e III, os resultados não apresentaram grandes diferenças. Quanto à idade, houve leve tendência à redução dos níveis de consumo com o aumento da idade. Nota-se baixos índices na zona IV, sendo o maior percentual de 8,33% por alunos do quarto período.

Conclusões/Considerações finais

O percentual de 81% de consumidores representa um alto numero quando comparado com outros estudos envolvendo estudantes de medicina. Embora o consumo seja elevado, mais da metade dos alunos pertence à classe de baixo risco de dependência, o que revela um provável consumo consciente. Além disso, a leve redução com o passar dos períodos indica possível relação de redução do consumo com o avançar da idade. É necessário se atentar aos estudantes do sexo masculino, pois apesar de não haver uma grande diferença entre os sexos, eles são responsáveis por compor a zona IV.

Palavras Chaves

alcoolismo; consumo de álcool; estudantes de medicina; faculdade; álcool.

Área

Clínica Médica

Instituições

Autores

Brena de Sá Cardoso, Thaina Rocha Braga Machado, Mariana Pessoa Diniz, Yuri Coelho Dutra, Vinicius Souza Amorim


Fechar

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017