Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Alterações vasculares envolvidas nas disfunções cardíacas associadas à síndrome metabólica induzida por dieta hipercalórica em ratos Wistar.

Fundamentação/Introdução

A obesidade é considerada atualmente uma epidemia global. Entre as principais comorbidades associadas à obesidade está a síndrome metabólica, frequentemente relacionada a disfunção cardiovascular. Os terminais nervosos simpáticos liberam catecolaminas e purinas, as quais realizam um controle da neurotransmissão simpática e podem estar relacionadas com a síndrome metabólica e as cardiopatias associadas a esta doença.

Objetivos

Investigar o envolvimento dos receptores purinérgicos no sistema cardiovascular em ratos com síndrome metabólica.

Delineamento/Métodos

Trata-se de um estudo experimental, em que utilizaram-se ratos Wistar, machos, distribuídos em grupo controle (GC) e Grupo Obeso (GO), este sendo submetido à dieta hiperlipídica (Rhoster®) por 8 semanas. Avaliaram-se os seguintes parâmetros: peso corpóreo e do tecido adiposo visceral; pressão arterial sistólica indireta; massa cardíaca; e função contrátil atrial e da aórtica por banho órgão isolado. Aprovado pelo comitê de ética da UNIFESP (1169/2011).

Resultados

Os animais do GO estavam 27,8% acima do peso corpóreo e com ganho de gordura visceral 3 vezes comparado com o GC. Em relação aos parâmetros cardiovasculares observamos um aumento na massa cardíaca de 16,4% bem como aumento na pressão arterial sistólica de 10±2,1 mmHg do GO comparado com o GC. Quando os átrios foram estimulados farmacologicamente com ATP observamos uma diminuição do efeito inotrópico negativo no átrio direito (49%) e (42%) no átrio esquerdo, mediado via P1, comparado com o CG. Neste mesmo sentido, na aorta também ocorreu uma diminuição da resposta do receptor P1 quando estimulado com ADO, sendo que o pD2 (afinidade aparente do agonista pelo receptor) diminuiu de 5.1±0.1 do GC para 3.4±0.1 no GO. No que se refere ao receptor P2 houve um aumento na sua função atrial quando estimulado com ATP de 57% no átrio direito. O componente purinérgico compõem a neurotransmissão simpática e é de extrema importância para sua regulação, uma alteração nesse componente pode ser responsável por uma disfunção cardiovascular.

Conclusões/Considerações finais

Uma dieta desbalanceada, rica em calorias, típica do padrão de vida contemporâneo, pode induzir à obesidade e promover alterações cardiovasculares, favorecendo o aparecimento de comorbidades como visualizado na prática clínica constantemente. Devido a isso nosso resultado é relevante, pois evidencia que em tais alterações pode existir a participação do componente purinérgico.

Palavras Chaves

Obesidade; síndrome metabólica; disfunção cardiovascular

Área

Clínica Médica

Instituições

Universidade Federal de São Paulo - Sao Paulo - Brasil, Universidade Federal do Acre - Acre - Brasil

Autores

VICTOR CAVALCANTE MURICY, GUILHERME HENRIQUE SOUZA BOMFIM, DIEGO CASTRO MUSIAL


Fechar

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017