Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Apresentação atípica de Ganglioglioma

Fundamentação/Introdução

A Síndrome da imunodeficiência humana causada pelo hiv é uma doença complexa que afeta todos os órgãos do corpo humano atingindo o sistema imune e predispondo infecções e neoplasias. No sistema nervoso central tem tropismo pelas células gliais as quais estão envolvidas em lesão tumoral como o ganglioglioma composto por mesclas de células do parênquima cerebral e é mais frequente em homens jovens e na infância.

Objetivos

: Relatar um caso de uma paciente com ganglioglioma que é um tumor geralmente benigno e que representa cerca de 1% de todas as neoplas

Delineamento/Métodos

Paciente do sexo feminino, 37 anos , deu entrada na emergência com crise convulsiva e ao despertar apresentou amnésia retrógrada. Na admissão , na neurocirurgia, paciente negou comorbidade, uso de drogas ilícitas e uso de medicação controlada.Realizada Tomografia de crânio com contraste, evidenciou lesão oval com captação de contraste na sua periferia em lobo temporal esquerdo

Resultados

: Foi submetida a craniotomia fronto temporal e realizada a técnica de lesionectomia e enviada lesão para setor de anatomia patológica , com laudo de glioma de baixo grau . A seguir foi realizada imunohistoquimica com o resultado final de ganglioglioma. Paciente recebeu alta hospitalar para acompanhamento ambulatorial, retornando ao Hospital no serviço de Clínica médica após dois meses com quadro de nova crise convulsiva, alternando nível de consciência. Foi submetida a nova Tomografia de crânio que evidenciou multiplas lesões hipocaptantes em lobo temporal esquerdo. Nesse momento foi realizado pesquisa para HIV o qual veio positivo mediante teste Elisa e confirmação com western blot com contagem de linfócitos T Cd4: 84 células/microl. Foi instituído tratamento para neurotoxoplasmose e profilaxias para complexo MAC. A paciente apresentou melhora clinica importante com este tratamento.

Conclusões/Considerações finais

A ressecção cirúrgica completa tem sido defendida como a principal terapêutica no tratamento deste tumor, com altas taxas de sobrevida,sendo a quimioterapia reservada nos casos de tumores em área eloquente, onde a ressecção completa não é possível. A radioterapia adjuvante é bastante controversa na literatura.São necessários estudos adicionais para elucidar o mecanismo de ação do Hiv com as células do sistema nervoso central levando a tumores neuroepiteliais

Palavras Chaves

Área

Clínica Médica

Autores

Sulamita Dutra, Douglas Gonçalves Romano, Barbara Botelho Santos, Juliana Rodrigues Garcia, Simone Lindemayer Fernandes

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017