Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Demência em um portador de HIV : a propósito de um caso clínico

Fundamentação/Introdução

Descrição de um caso de demência associada ao HIV em um homem adulto sem diagnóstico e tratamento adequado.

Objetivos

Evidenciar as manifestações neurológicas em pacientes portadores de HIV no curso de sua infecção sem tratamento adequado.

Delineamento/Métodos

Estudo de caso; Refere-se a um paciente do sexo masculino, 59 anos, hipertenso, residente em Belo Horizonte . Negava tabagismo, etilismo social . O paciente foi admitido no dia 17/09/2015 no PA do Hospital Belo Horizonte, trazido pela esposa que relatava que em Setembro de 2014 o mesmo apresentou “mal súbito” enquanto trabalhava , afirma que houve um período de amnésia momentâneo. Procuraram atendimento médico, no qual foi descartado isquemia cerebral aguda; desde então por apresentar alteração cognitiva progressiva, iniciou acompanhamento clínico com a equipe de Neurologia deste hospital. Segundo a esposa, os déficits cognitivos e posteriormente motores geraram conseqüências pessoais e sócio-econômicos para a família, pois o mesmo ficou impossibilitado de exercer suas atividades de vida diária sem auxílio. Negava cefaléia, febre, alteração urinária, dispnéia . Admitido com quadro de desorientação no tempo e espaço, confusão mental, pouca interação com o examinador, disártrico, sem controle esfincteriano e com perda ponderal importante . Encontrava-se desidratado, emagrecido, desorientado no tempo e espaço, glasgow 12, sem alterações nos demais sistemas. Foi internado e iniciado investigação para diagnóstico da demência relatada; foram solicitados marcadores tumorais, exames de imagem e sorologias. Não houve melhora do quadro neurológico, encontrava-se totalmente dependente para atividades de vida diária.

Resultados

A sorologia evidenciou a presença do vírus HIV sendo então confirmado em segunda amostra pelo Imunoblot. Após confirmação diagnóstica de HIV positivo com quadro demencial associado, foi iniciado tratamento com HAART – Terapia antirretroviral altamente ativa . Recebeu alta médica ainda com quadro de demência, com continuidade do tratamento a nível ambulatorial.

Conclusões/Considerações finais

Foi descrito um caso de demência em um paciente internado inicialmente com alterações cognitivas progressivas. O diagnóstico é baseado na história clínica, exame neurológico e cognitivo. É importante reconhecer precocemente danos sutis, já que, em alguns casos, podem significativamente melhorar a chance de reversão da demência com HAART, melhorar a qualidade com tratamentos adicionais e mesmo possibilitar a monitorização da aderência do paciente a medicação.

Palavras Chaves

alterações cognitivas, HIV, demência

Área

Clínica Médica

Instituições

Hospital Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil

Autores

Andrezza Oliveira Mendes, José Benedito Carvalho, Ítalo Facella Oliveira, Daniel David Corraes

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017