Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Carga Viral como fator associado ao Risco de Suicídio em pacientes HIV em tratamento em Serviço de Referência da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul

Fundamentação/Introdução

A presença de Transtornos Psiquiátricos (TP) em pacientes portadores de HIV vem sendo constantemente estudada devido ao significativo número de portadores do vírus que apresentam sofrimento psíquico, o qual pode manifestar-se de diversas formas – desde os mais leves até os mais graves, como o Risco de Suicídio (RS). Tentativas de identificar fatores associados têm sido realizadas. O uso do antirretroviral Efavirenz tem se mostrado associado aos TP em muitos estudos. Entretanto, outros fatores ainda pouco avaliados podem estar associados com o sofrimento emocional. Os trabalhos que avaliam a importância dos valores de Carga Viral nas repercussões não físicas do HIV ainda são em pequeno número.

Objetivos

Identificar a prevalência do Risco de Suicídio em pacientes portadores de HIV e avaliar a Carga Viral como fator associado.

Delineamento/Métodos

Estudo transversal realizado no município de Pelotas-RS com pacientes portadores de HIV em tratamento no Serviço de Referência da cidade de Pelotas, maiores de 18 anos e sem doenças neurológicas ou psiquiátricas prévias. Os participantes responderam um questionário com variáveis sociodemográficas, além de variáveis relacionadas à saúde física, psíquica e cognitiva. Para avaliação de Risco de Suicídio foi utilizado o instrumento Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI-Plus). Também foram analisados dados secundários, retirados dos prontuários dos pacientes, relativos a exames laboratoriais realizados. Para a medida de Carga Viral foi detectada a medida mais recente dos últimos 03 meses e realizada a conversão em valores logarítmicos e após dividida em tercis. Foi realizada a Regressão de Poisson.

Resultados

Foram avaliados 418 pacientes, com idade média de 42,8 (DP± 11,5) anos, sendo 55,4% (n=232) do sexo feminino. A prevalência de Risco de Suicídio foi de 38,4% (n=164). A média logarítimica da Carga Viral (CV) nos pacientes com RS foi de 2,57 (DP± 1,34) e, nos que não apresentaram este risco, a média da CV foi de 2,29 (DP±1,12), sendo significativa esta diferença (p=.024). Na Regressão de Poisson o terço com Carga Viral mais elevada apresentou um RP 1.64 (IC95% 1,01-2,67) quando comparado aos dois tercis inferiores, este nível de associação se fez presente quando ajustada para idade, sexo, adesão ao tratamento e uso de Efavirenz. Ser do sexo feminino também de se manteve associado ao RS.

Conclusões/Considerações finais

Nosso estudo indica que o valor da Carga Viral deve ser considerado ao se avaliar os fatores associados e preditivos ao Risco de Suicídio em pacientes com HIV.

Palavras Chaves

HIV; Carga Viral; Risco de Suicídio

Área

Clínica Médica

Instituições

Universidade Católica de Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil

Autores

Luísa Mendonça Souza Pinheiro, Cezar Arthur Tavares Pinheiro, Karen Amaral Tavares Pinheiro, Clarissa Ribeiro-Martins, Ricardo Tavares Pinheiro

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017