Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Descolamento de Retina associado à Nefropatia por IgA: um relato de caso

Fundamentação/Introdução

O descolamento seroso de retina associado à Nefropatia por Imunoglobulina A (IgA) é uma manifestação muito rara. Poucos casos são descritos na literatura e não há estudos randomizados até o momento.

Objetivos

Relatar caso de paciente portador de nefropatia por IgA que apresentou descolamento seroso de retina devido atividade da doença de base.

Delineamento/Métodos

Masculino, 25 anos, diagnóstico de nefropatia por IgA aos 5 anos, com resposta parcial ao tratamento através de imunossupressores. Evolução com persistência da proteinúria e Hipertensão Arterial (HA) de difícil controle. Admitido com quadro de déficit visual importante à direita, cefaleia e elevação da pressão arterial. Realizado Tomografia de Coerência Óptica que evidenciou descolamento seroso faveolar e edema intra-papilar no olho direito e olho esquerdo com mácula mais preservada. A angiofluoresceinografia mostrou múltiplos pontos de hiperfluoresceinografia progressiva, sinais de vasculite em atividade papilares e peri-papilares, exudatos algodonosos e raras micro-hemorragias. Foi realizado pulsoterapia com metilprednisolona por três dias, seguido de prednisona 1,5 mg/Kg/dia. Após uma semana, evoluiu com redução importante do edema papilar e melhora da acuidade visual. Devido piora lenta e progressiva da função renal foi realizada nova biópsia renal que evidenciou glomerulonefrite mesangioproliferativa difusa em fase proliferativa esclerosante / Glomerulonefrite crônica secundária à nefropatia por IgA e HA.

Resultados

Nefropatia por IgA é uma glomerulonefrite imunocomplexo mediada. O diagnóstico é confirmado através da biópsia renal que mostra depósitos de IgA no mesângio glomerular. Entretanto, o mecanismo preciso é desconhecido. A membrana basal do glomérulo renal e o epitélio pigmentar da retina são fisiologicamente semelhantes e expostos a imunocomplexos na circulação sistêmica. Uma hipótese é que os complexos de IgA depositam na superfície basal do epitélio da retina e causam ativação na mesma forma como no mesângio renal. Porém, o envolvimento ocular em pacientes com nefropatia por IgA é pouco frequente.

Conclusões/Considerações finais

A nefropatia por IgA é a glomerulonefrite primária mais comum em todo o mundo e é uma importante causa de insuficiência renal. A probabilidade de diálise ou morte estão relacionadas com proteinúria maior que 1 g/dia, HA e lesões histológicas graves. A explicação mais provável do descolamento de retina associado à glomerulonefrite por IgA é de etiologia multifatorial e sua resolução depende da doença subjacente.

Palavras Chaves

Nefropatia por IgA; Glomerulonefrite; Descolamento de retina.

Área

Clínica Médica

Instituições

Universidade Federal de Viçosa - Minas Gerais - Brasil

Autores

Kamila Silva Marins Chamon, Rodrigo Gomes da Silva, Isabela de Sousa Russo, Vitor Rocha Couto, Paulo Roberto Larocca de Nazareth

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017