Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Desenvolvimento de tuberculose pulmonar secundário ao uso de azatioprina para o tratamento de paciente com Doença de Devic

Fundamentação/Introdução

A doença de Devic é uma doença inflamatória que leva à desmielinização do Sistema nervoso Central, idiopática ,que acomete principalmente o nervo óptico e a medula espinhal.É rara na população, corresponde cerca de menos de 1% das doenças desmielinizantes. Mais incidente no sexo feminino, principalmente a partir da quarta década de vida. O quadro clínico caracteriza-se por uma mielite transversa e uma neurite óptica uni ou bilateral. O tratamento é realizado através de corticosteróides e imunosupressores.

Objetivos

Relatar caso de paciente com tuberculose pulmonar após uso de Azatioprina em doença de Devic.

Delineamento/Métodos

Revisão de prontuário e avaliação presencial de paciente atendida em unidade básica de saúde (UBS) em Roraima.

Resultados

Paciente RMO, feminino,38 anos,portadora de Doença de Devic, gêmea univitelina, irmã também era portadora e faleceu devido à patologia. Foi admitida em Hospital de referência de Boa Vista-RR,com quadro de tosse seca,febre e calafrios há 3 dias antes de procurar atendimento.Lá foi solicitado radiografia torácica, evidenciando imagem de condensação. Porém há 1 mês, em consulta com pneumologista, radiografia já havia demonstrado imagem semelhante, sugestiva de paciente lúpico,por isso foi descartada a possibilidade de tuberculose (TB), solicitado exame de escarro para possível diagnóstico de TB, no qual foi positivo para doença, iniciada a medicação para o fim de semana e segunda foi encaminhada a UBS para dar seguimento ao tratamento.Na UBS foi prescrito o esquema quádruplo de rifampicina, isoniazida, etambutol e pirazinamida, além de ser solicitado exames complementares como: hemograma,função renal e hepática, PCR, anti-HIV, baciloscopia de controle e radiografia de toráx. Após uma semana, paciente apresentou quadro de ictéricia, inapetência e êmese,com isso procurou atendimento no qual foi suspenso o tratamento para TB devido à hepatite medicamentosa com aumento de TGO: 127 e TGP: 126 e retomou depois de uma semana com tratamento realizado com êxito com última baciloscopia de controle negativa e seguimento em UBS e a neurologia

Conclusões/Considerações finais

Devido a Doença de Devic ser extremamente rara e o seu tipo de tratamento ser realizado através de fármacos, como a Azatioprina, que por ação imunomoduladora e imunosupressora, elevam o risco do aparecimento de infecções oportunistas, dentre elas a Tuberculose.

Palavras Chaves

Doença de Devic , Tuberculose

Área

Clínica Médica

Instituições

Universidade Federal de Roraima - Roraima - Brasil

Autores

Lana Akemy Lira Matsubara, Naiá Lauria Silva, Andressa Rodrigues Ribeiro, Hiago Tomaz Silva Araújo, Rogério Luiz Tuzi Assunção

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017