Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Caso Clínico em uma paciente acometida por Dermatopoliomiosite interna na UTI do Hospital Maria Vitória – São Lourenço da Mata /PE.

Fundamentação/Introdução

De acordo com Porto 2014, a dermatopoliomiosiote (DPM) é uma afecção sistêmica caracterizada por alterações inflamatórias dos músculos esqueléticos e, em metade dos casos, também da pele. As principais lesões histopatológicas são degenerações da fibras musculares, fagocitose de restos musculares, atrofia de fibras musculares perifasciculares, com filtrados de células inflamatórias e necrose de fibras musculares. O marco teórico para realização desse trabalho se deve a importância do aprofundamento cientifico quanto a patologia estudada, servindo de base para melhor conhecimento cientifico médico melhorando sua prática clínica frente a esta patologia.

Objetivos

Relatar o caso de uma paciente portadora de Dermatopoliomiosite com acometimento pulmonar grave e discutir a propedêutica e terapêutica adequada para o caso com base na literatura vigente.

Delineamento/Métodos

Trata-se um trabalho observacional Descritivo. As informações contidas neste trabalho foram obtidas por meio de revisão do prontuário, entrevista com o paciente, registro dos métodos diagnósticos, na qual a paciente foi submetida e revisão da literatura. Paciente ciente do presente trabalho, concordando com o mesmo através do Termo Livre Esclarecido.

Resultados

Percebe-se que embora a paciente do caso clínico estudado tenha apresentado grandes complicações patognomônicas da patologia citada como hipocalemia, insuficiência respiratória grave por pneumonite, apresentou remissão do quadro clínico em 4 semanas após instituído a terapêutica aplicada. Constata-se que após a administração de imunoglobulina 800mg/Kg/dia, uso de prednisona 2mg/kg/dia, além de fisioterapia respiratória e motora associada a correção hidroeletrolíticos (hipocalemia), a referida paciente evolui com melhora do quadro de insuficiência respiratória. Após técnica de desmame ventilatória eficaz, foi retirada da ventilação mecânica e por apresentar estabilidade hemodinâmica e melhora do quadro de mialgias, e recuperação da força motora foi dada alta para a enfermaria após 28 dias de internamento da UTI.

Conclusões/Considerações finais

Diante do exposto percebe-se que no caso de um quadro de dermatopolimiosite, quando se inicia a terapêutica adequada precoce, poderemos ter uma melhor recuperação do quadro clínico em até um breve tempo no curso da doença. No caso estudado, além de não apresentar novas complicações a paciente conseguiu seguir com remissão da doença apresentando recuperação inclusive da força motora e melhora da insuficiência respiratória e dos sintomas de astenia e inapetência.

Palavras Chaves

Dermatomiosite; Polimiosite; Miopatia.

Área

Clínica Médica

Instituições

Hospital Maria Vitória - Pernambuco - Brasil

Autores

Geraldo Carlos Soares Alves, Gustavo Alexandre Barbosa da Silva

Promoção

SBCM

Realização

SBCM MG
ABRAMURGEM

Patrocínio Ouro

UNIFENAS

Patrocínio Prata

Unimed - BH

Patrocínio Bronze

CUREM
SENIOR VILLAGE

Apoio

IPSEMG
TAKEDA

Agência de Turismo

Belvitur

Organização

Attitude Promo

Agência Web

Sistema de Gerenciamento desenvolvido por Inteligência Web

14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica e 4º Congresso Internacional de Medicina de Urgência de Emergência

MINASCENTRO - Belo Horizonte/MG | 04 a 06 de Outubro de 2017